Banda Euterpe, Portalegre / A Euterpe

História da Banda Euterpe

O Rejuvenescimento da Euterpe (1974-2004)

A segunda metade da década de 1970 acaba por marcar o início da gradual recuperação da Euterpe. A sociedade passou de 351 para perto de 1200 sócios inscritos, há investimento no património da associação e a escola de música ganha um novo fôlego em 1975, sendo frequentada por cerca de 120 alunos divididos por três turmas.

É também por esta altura que é criada a Comissão de Amigos da Euterpe, cujo objetivo era ajudar a associação a trilhar um futuro melhor. Surge ainda o Conjunto Musical Euterpe, formado por músicos portalegrenses, nem todos ligados à banda, com o propósito de ser mais uma fonte de receita e responder às exigências culturais que surgiam após a Revolução dos Cravos.

Sabia que...

Sabia que foram vários os grupos musicais formados em Portalegre que colaboraram em estreita ligação com a Euterpe? Destacamos as orquestras Ideal e Ferrugem, a Troupe de Jazz "Os Lisos" e o Conjunto Musical Euterpe.

A Euterpe ganha estabilidade em todas as vertentes. A Banda continua a sua atividade e surge repleta de juventude, chegam novos instrumentos e a situação financeira vive um momento positivo. Falava-se pelo ano de 1985 de um "período de ouro da Sociedade Musical Euterpe". Este momento estende-se e, com a capacidade de adaptação da Banda às exigências que vão surgindo, chega aos anos 2000 com tranquilidade e de olhos postos no futuro.

Sabia que...

Sabia que a Banda Euterpe participou e conquistou o segundo lugar no concurso "À Volta do Coreto", organizado em 1996 pela RTP?

(Baseado no trabalho de Renato Pistola e Sofia Lopes, para a Fundação Robinson)
< (1926-1974) (2004- ) >